Vamos incluir!

Nos últimos dias temos observado várias notícias, referentes a inclusão social permeando cada vez mais o dia a dia da sociedade e dos mercados, afirmando-se como um valor social, ético e moral e um paradigma imprescindível a ser seguido.

A marca espanhola Desigual, por exemplo, celebra e abraça o original e autêntico na moda. Contratou a modelo com vitiligo Winnie Harlow e incentiva os clientes da marca: “Não deixe que ninguém decida o que é beleza para você.” A jovem de 20 anos com manchas de pele pelo corpo mostra que a beleza humana é diferente e de todas as cores.

 

O mundo infantil também cresce com parâmetros que valorizam a diversidade racial. As meninas já podem brincar com bonecas Bárbies com 8 tons de pele diferentes, além de terem 14 opções de rostos, 18 cores de olhos e 23 tipos de cabelos.

 

A publicidade da GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) trata-se de um exemplo iluminado. Desenhos animados com os membros da turma da Mônica e demais personagens infantis com a cabeça raspadinha lembram que toda criança com câncer tem que curtir a infância como qualquer criança e a carequinha decorrente da quimioterapia deve ser encarada com naturalidade e sem preconceitos por parte de outras crianças saudáveis.

 

Uma brincadeira feita por um canal de humor no YouTube chamado Boom também viralizou essa semana.  Um carro estacionado em uma vaga para deficientes físicos na cidade de Maringá foi coberto por post-its azuis e brancos formando o símbolo da vaga de estacionamento para deficientes e deixando o dono do veículo constrangido.

Completando a lista de exemplos, não poderia faltar a aprovação da legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo os Estados Unidos nesse dia 26 de junho.
“Estaria equivocado dizer que estes homens e mulheres desrespeitam a ideia de casamento… Eles pedem direitos iguais aos olhos da lei.”  Suprema Corte dos EUA
A receptividade social quanto a nova lei e a celebração da decisão judicial foi tão grande que o próprio Facebook tornou-se um mar de perfis coloridos com as cores do arco-íris.
11667534_10102203860243201_2713296330820668368_n
Foto: Perfil Facebook Mark Zuckerberg

 

A vida social, econômica e política, assim como as esferas corporativas, empresariais e todos os setores estão se tornando mais conscientes sobre a importância dos verbos incluir, adicionar, inserir, introduzir, tornar parte, tornar igual. Seja através da inclusão de gênero, racial ou até mesmo digital. O vocabulário das Empresas e do imaginário coletivo está mais rico e mais humano com a palavra inclusão.

Um comentário sobre “Vamos incluir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>